quinta-feira, 23 de junho de 2016

Este texto é para ti, Mamã!!!
A vida é mesmo assim, depois deles tudo muda…para melhor.
Dar de mamar, sabias que tens muito leite? E mesmo que te digam o contrário não acredites.
Pois é assunto delicado este. Dar de mamar. Continua, insiste, os bebés passam fases de mamar a cada hora. E às vezes não é fome. É só mesmo o cheiro da mamã que os acalma. Às vezes os bebés tem “picos” de crescimento e precisam muito de muita maminha para a mamã ter mais leite para eles se sustentarem. Portanto se o teu bebé está colado a ti e à maminha é normal. E pensa lá é tão maravilhoso. E se pensas “não faço nada”. Muda o pensamento ao dar lhe maminha “ eu faço tudo”. Uma mulher que amamenta não deve fazer mais do que isso. Devem existir mais dois ou quatro braços para tomar conta da casa e da mãe.
Sabias que as cólicas passam?
Pois é são no máximo 3/ 4 meses mais “agitados” mas elas acabam por passar. E todas as noites por dormir. E toda a agitação em volta do ser mais belo do mundo. Pensa bem, nem tem mal acordares 338378 mil vezes à noite para lhe dar de mamar, é para veres a coisa mais bela do mundo. Como diz o paizão: - “É para o ver… está tudo bem!!”
Sabias que não comer em algumas fases da sua vidinha é normal?
E não devemos obrigar, temos de respeitar mesmo que isso nos custe horrores. Essa fase vai passar. Ele voltará a comer normalmente. E se não for obrigado vai saber respeitar os alimentos. Aqui em casa ele não come sopa. E os pais comem todos os dias. E todos os dias eu lhe ofereço mas ele não quer. Não come. Assim como só depois de lhe oferecer 373738 mil vezes pepino, ele aceitou e comeu. Ao obrigar o seu filho a comer vai estar a tornar a hora da refeição conflituosa.
Sabias que podes educar sem bater?
Basta entrega. Basta tempo. Basta respirar fundo 282838 mil vezes. Mas tu consegues. Entende, eles não desafiam. Eles estão a criar personalidade. Eles estão a aprender tudo. Do começo. Já viste a quantidade de informação diária? Já te imaginaste assim? A levar com os números, as cores, a tecnologia, a tia X o tio Y, o sol, a lua.. eles aprendem tudo… eles são esponjas…precisam de tempo. Às vezes eles não sabem como gerir emoções, então “batem”, “ trincam”… por não saberem administrar ainda essas frustrações. Temos de ser nós pais a dar o exemplo a dizer “ Em nossa casinha só damos miminho, só usamos as palavras”. Vais ter de o repetir 393837 mil vezes? Sim. Mas um dia resultará.
Sabes a melhor forma de viver?
Respeitar a suas vontades, as suas rotinas, a sua vida. Um bebé devia poder ficar em casa até aos 3 anos altura em que consegue perceber que os pais o “ deixam” no infantário e não o “abandonam” no infantário. Porque até aos 3 anos eles não conseguem distinguir. Se queres mudar o futuro do mundo tens de mudar o começo da vida. Ao olhar para o meu filho sinto que tomamos a opção certa. Até quando, só o tempo o dirá, mas não antes dos 3 anos e meio… e quem sabe até depois. A vida é cheia de prioridades e esta é a nossa. Cultivar amor 24h por dia. Um dia quando ele for para a escola e eu voltar a trabalhar, um dia vou olhar para ele com a certeza de que tivemos um começo de vida melhor do mundo. E vou agradecer isso eternamente. Porque não é fácil e não é para todas as mães. Mas compensa tudo. TUDO. TUDO. Nós somos o que plantamos. E eu planto amor.
Bom feriado.
Bom fim de semana
Até segunda

Sem comentários:

Enviar um comentário